Discografia - The Time's Over



Album Image
Format: Audio CD
Other Formats: DVD, Mini-disc, Digital Compact Cassette
Release Date: 25/11/2008
Label: EMI/Virgin Music
Tracks
1. The Time's Over
(Morgan/Stevens)
2. Tales and Stories
(Morgan)
3. Drops Trotter
(Morgan/Stevens)
4. Fire Circles
(Morgan/Stevens)
5. A Little Romance
(Morgan/Stevens)
6. Rare Jewels
(Morgan/Stevens)
7. Loving Intensely
(Morgan)
8. Park Play
(Morgan/Stevens)
9. Blue Sky
(Morgan/Stevens)
10. However
(Stevens)
11. You Just Don't Understand Me
(Morgan)
12. Badness
(Morgan)
13. The First Day of The Rest of Our Lives
(Morgan/Stevens)
14. The Rights Are Humans
(Morgan/Stevens)
15. Onion Stones Forever
(Morgan/Stevens)

Production & Management

Album Notes

The Gardeners

Cliff Morgan: Vocals, Eletric Piano, Keyboards, Harmonica
Gregor Stevens: Guitars, Slide Guitar, Background vocals
Pat Rudford: Drums, Percussion, Rhythm Track
Nick Willys: Bass, Guitars

National Philharmonic Orchestra on 'The Time's Over' and 'Onion Stones Forever'
National Philarmonic Orchestra conducted by Burt Bacharach
Strings Arrangement by Gilles Martin, Gregor Stevens, Cliff Morgan and Burt Bacharach

Produced by Gregor Stevens and The Gardeners
Executive Producer: Anthony Johnson
Production Assistant: Kenny Gullicher
Assistant Engineers: Christian Mattews, Robbie Cartwood and Hundryll Smith

Recorded at Savvey Road, Abbey Road and Goldbridge Farm
Mixed at Savvey Road and Abbey Road
Mastered by Gilles Martin at Abbey Road

Art Direction/Design: Terry Vucovsk
Band Photos: Chase Richard
Morgan Photos: Yanna Mason

More The Gardeners Albums

Recheado de nostalgia, melodias e letras românticas, THE TIME'S OVER é o disco que marca o retorno dos Gardeners à Grã-Bretanha e aos estúdios após um intervalo de quase três anos. A série de revezes que o grupo sofrera desde o fim da Yellow Cover Tour como a prisão do empresário Chris Bodan, a saída de Mike Gradas e a intensa relação de Cliff Morgan com Yanna Mason apresentava ao público uma banda completamente diferente daquela que fizera a sua última apresentação em julho de 2006. A autonomia que tanto Cliff como Gregor obtiveram em seus projetos paralelos durante este tempo acabaram sendo conduzidas para o ambiente dos Gardeners com Cliff filmando alguns vídeo-clipes e Gregor produzindo o álbum. Isso acabou gerando uma acirrada disputa pelo controle da banda que se arrastou por todo o período de ensaios e gravações criando um clima nada amigável agravado ainda pelo retorno de Nick Willys. Todos esses fatores contribuíram para um disco melancólico e cheio de altos e baixos finalizado dois meses após o prazo previsto pela gravadora. A canção-título 'The Time's Over' chegou a estar entre o Top #5 da Europa mas para muitos já soava como um alerta de que os Gardeners estavam com seus dias contados embora apresentasse um bem acabado arranjo de cordas com a participação especial da National Philharmonic Orchestra assim como em 'Onion Stones Forever', título parodiado de 'Strawberry Fields Forever' dos Beatles e que se refere a um parque existente em Welwyn Garden City. As 08 milhões de cópias vendidas se devem muito mais ao fato de se aguardar por tão longo tempo o sucessor de THE MAN OF YELLOW COVER do que por méritos próprios do trabalho. A onda nostálgica que assolou Cliff e Gregor está presente em canções como 'Park Play', uma referência aos tempos de infância em WGC, e 'However' que Gregor teria supostamente escrito para Brian Stanley, morto em 2006. Porém a presença mais constante no álbum são de músicas românticas especialmente por causa de Cliff Morgan. São influências diretas do caso Morgan & Mason faixas como a forte 'Loving Intensely' e a seresteira 'Blue Sky' que dão uma conotação positiva ao amor o que não era do feitio do vocalista. Apesar disso algumas brokenhearted pontuam a obra como 'You Just Don't Understnad Me' e as intimistas 'Rare Jewels' e 'Badness' mostrando que a tônica romântico-nostálgica parece ter sido o melhor caminho que Cliff e Gregor encontraram para não exporem as suas diferenças. Quando a dupla suplantou essa barreira conseguiu apresentar algumas faixas que se diferenciaram como a encorpada 'Fire Circles', a pop-romântica 'A Little Romance' e a bem-produzida 'Tales and Stories' que Morgan elegeu como a sua música predileta. Em THE TIME'S OVER sobra pouco espaço para os Gardeners de outros tempos. 'Drops Trotter' com seu humor infantil e 'The Rights Are Humans' com sua sagaz crítica às Nações Unidas remetem aos primeiros trabalhos do grupo mas passam a impressão de estarem fora de contexto. O espírito dos Gardeners está mais de acordo com 'The First Day of The Rest of Our Lives' que assim como a música-tema deixa o sinal de que o tempo estava acabando para os Gardeners.


Este site é melhor visualizado em vídeo de 800x600. Desenvolvido por Japona Produções & Eventos
Copyright: Yellow Cover Music © 2005. All rights reserved.