Discografia - The Man of Yellow Cover



Album Image
Format: Audio CD
Other Formats: DVD, Mini-disc, Home-Video
Release Date: 29/07/2005
Label: Virgin/EMI Music
Tracks
1. The Man of Yellow Cover
(Morgan/Stevens)
2. Sun Season
(Morgan/Stevens)
3. Torrid Blues
(Morgan/Stevens)
4. What He Was Without Ever Have Been
(Morgan/Stevens)
5. Flying High
(Morgan)
6. My Dear
(Stevens)
7. Discover My Secret
(Morgan/Stevens)
8. Delirium From Thinking
(Morgan/Stevens)
9. Orgasm
(Morgan/Stevens)
10. Mirage
(Morgan/Stevens)
11. Reasons of Love
(Morgan)
12. Black Hell
(Morgan/Stevens)
13. I'll Going Lead You to Paradise
(Morgan/Stevens)
14. The View Fade Away Upon Us
(Morgan/Stevens)
15. Jungle Bells
(Morgan/Stevens)

Production & Management

Album Notes

The Gardeners

Cliff Morgan: Vocals, Keyboards, Harmonica, Bass
Gregor Stevens: Guitars, Mandolin, Background vocals
Mike Gradas: Bass, Guitars
Pat Rudford: Drums, Eletric and Acoustic Percussion, Rhythm Track

Guests
Dave Clark: Slide Guitar on track nº 3
Nigel Taylor: Sax on tracks nº 8 and 14
Greg McLian: Trumpet on tracks nº 8 and 14
Kirk Canning: Cello on track nº 13

Recorded at Ocean Way Studios and Rusk Sound Studios
Mixed at Ocean Way Studios
Produced by Gary Brodan and Gregor Stevens
Engineered and mixed by Kenny Gullicher and Robbie Friedel
Assistant Engineers: Doug Michaels, Christian Mattews and Steph King
Mastered by George Marino at Sterling Sound

Executive Producer: Anthony Johnson
Art Direction: Terry Vucovsk
Design: Terry Vucovsk and Pamela Wander
Photos: Suzie Brandom and Michael Bernard

More The Gardeners Albums

Inspirado num episódio ocorrido com Cliff Morgan em que o vocalista adentrara o estúdio de gravação com uma capa de chuva amarela toda encharcada THE MAN OF YELLOW COVER se consolidou como o maior sucesso da carreira dos The Gardeners. Tanto a música de abertura que dá nome ao trabalho quanto o próprio disco figuram em listas dos maiores êxitos musicais da década. O apoio incondicional da gravadora Virgin e a mudança para a América foram fatores decisivos para que o disco vingasse e conquistasse todo o mundo embora Cliff e Gregor não tivessem aceitado muito bem a transferência para o outro lado do Atlântico. Em contato direto com o american way of life o quarteto esteve sujeito a alterações no método de trabalho habitual devido a propostas recebidas de diversos setores da indústria cultural americana como o convite para gravar a música-tema do novo filme do agente 007 Virtual Conspiracy. A canção 'Discover My Secret' foi feita para o filme ao mesmo tempo em que o álbum era gravado em Los Angeles e acabou entrando na relação final. Diante de tantas influências da nova terra foi inevitável que THE MAN OF YELLOW COVER tivesse uma feição mais americanizada em sua sonoridade o que acabou se refletindo até em vídeo-clipes mais ao estilo de Hollywood. O grande mérito dos Gardeners está em não abandonar totalmente as origens britânicas e encontrar um denominador comum que transformou o som da banda num rock quase universal. Mega-hits como 'The Man of Yellow Cover' e 'Flying High' são canções extremamente simples se comparadas ao experimentalismo de THE HUMAN OBICICLITY IS SAME TO TRANSCIDING OF THE NESTERY e é exatamente isso que as tornou perfeitas para emplacar nas rádios de todo o planeta. Ambas lideraram as paradas dos EUA e Europa por várias semanas e ao final de 2005 'The Man of Yelow Cover' foi considerada a canção do ano. No rastro deixado por elas outras faixas emplacaram como a pertubadora 'Delirium From Thinking', a intimista 'Reasons of Love' e a heavy-metal 'Black Hell'. Estas canções revelam uma outra característica presente no álbum: a diversidade. Embora haja uma pequena concentração de baladas na segunda metade do disco como 'Reasons of Love', 'I'll Going Lead You to Paradise' e 'The View Fade Away Upon Us', THE MAN OF YELLOW COVER engloba desde uma surf music que retrata um dia de verão com boas ondas como 'Sun Season' passando por influências de bandas do hard-rock e britpop em 'Mirage' até um autêntico blues do Mississipi com toda a sua carga pessoal como é o caso de 'Torrid Blues'. As letras não deixam por menos e passeiam por variados temas como uma homenagem ao filho de Stevens na acústica 'My Dear', críticas declaradas ao sistema capitalista na ultrajante 'The Jungle Bells' e outras críticas supostamente dirigidas ao ex-colega Nick Willys em 'What He Was Without Never Have Been' (embora Morgan e Stevens nunca tenham admitido) além de uma literal narração erótica na escancarada 'Orgasm' que acabou sofrendo censura em diversas partes do mundo assim como seu respectivo vídeo-clipe. Com um universo tão vasto contido em suas 15 faixas, THE MAN teve o reconhecimento por parte da imprensa especializada que o premiou como melhor álbum de pop-rock na Billboard, MTV USA, MTV Europa, World Music Awards e Brit Awards além de outros prêmios concedidos a canções do álbum, aos vídeo-clipes e aos The Gardeners como principais artistas do ano. Por fim a marca de 25 milhões de cópias vendidas e o faturamento da turnê estimado em US$ 200 milhões comprovam que mais do que agradar aos entendidos THE MAN OF YELLOW COVER soube conquistar o público como poucos discos na história.


Este site é melhor visualizado em vídeo de 800x600. Desenvolvido por Japona Produções & Eventos
Copyright: Yellow Cover Music © 2005. All rights reserved.