Discografia - The Human Obiciclity is Same to Transciding of the Nestery



Album Image
Format: Audio CD
Other Formats: Cassette, DVD, Mini-disc
Release Date: 30/06/2003
Label: EMI/Virgin Music
Tracks
1. Strange Sentences
(Morgan)
2. Sound of Me
(Stevens)
3. Beyond From Imagination
(Morgan/Stevens)
4. Harpha Gregorius
(Stevens)
5. Three Princesses On the Heaven
(Nelson/Pennismann/Smegman/de Bruce)
6. The Pirro's Victory
(Gradas)
7. Fallen Angel
(Morgan)
8. The Life is Coming to Take Me
(Morgan/Stevens)
9. Mystic Light
(Morgan/Stevens)
10. Infortuite Hope
(Morgan/Stevens)
11. Neuronic
(Morgan/Stevens)
12. Singin' Stopless
(Morgan/Stevens)

Production & Management

Album Notes

The Gardeners

Cliff Morgan: Vocals, Keyboards, Harmonica, Tambourine, Piano
Gregor Stevens: Guitars, Mandolin, Background vocals, Vocals
Mike Gradas: Bass, Guitars
Pat Rudford: Drums, Percussion, Eletric Percussion

Guests Musicians:
Brad Stevens: Bass on 'Sound of Me', 'The Pirro's Victory', 'Fallen Angel', 'Neuronic'
Dave Clark: Slide Guitar on 'Infortuite Hope'
Simon Davis: Harpsichord on 'Harpha Gregorius'
Jason Phillips: Organ on 'Sound of Me', 'Harpha Gregorius', 'Mystic Light'
Drew Arnott: Mellotron on 'Beyond From Imagination'
Nigel Taylor: Sax on 'Fallen Angel' and 'Infortuite Hope'
Greg McLian: Trumpet on 'Fallen Angel' and 'Infortuite Hope'
Bob Vermont: Cello on 'Singin' Stopless'

Brit kids coral on 'Singin' Stopless'
Strings arrangement by Gary Brodan, Gregor Stevens and Cliff Morgan

Produced by Gary Brodan
Engineered and mixed by Kenny Gullicher
Assistant Engineers: Neil Hardman, Bruce Seldom and Steph King
Recorded and mixed at Savvey Road Studios
Mastered by James Guthrie at Producers Workshop

Executive Producer:Jeff Hughes
Art Direction & Design by Samuel Levin
Photography by Suzie Brandom

More The Gardeners Albums

Lançado na metade de 2003, THE HUMAN OBICICLITY IS SAME TO TRANSCIDING OF THE NESTERY representa o maior salto de qualidade na obra dos The Gardeners. O pomposo título - que certa vez Cliff Morgan disse se tratar de um provérbio chinês - é simplesmente uma frase de efeito que costumava ser dita na escola de Gregor Stevens na adolescência. Assim como o título, THE HUMAN mostra o quarteto de Welwyn Garden City em um momento grandioso explorando tendências diversas e se firmando como uma banda de primeira linha o que fez com que o disco até hoje fosse considerado cult por fãs espalhados no mundo inteiro mas principalmente nos EUA onde os Gardeners começavam a se firmar. O que faz de THE HUMAN OBICICLITY IS SAME TO TRANSCIDING OF THE NESTERY tão especial é a radical mudança que o grupo promove na sua concepção musical. Buscando uma forma de se diferenciarem do que vinha sendo feito até então Morgan, Stevens, Gradas e Rudford procuram por novas experiências tanto no plano pessoal como no musical. Contribui para o crescimento musical a maior interação e troca de informações com outros músicos sendo que alguns deles participam do disco, o interesse de Cliff por outros tipos de música como a grega e indiana e a vontade de Gregor em aprender outros instrumentos. Do lado pessoal uma viagem para visitar as pedras de Stonehenge em Salisbury e uma incursão mais intensa da dupla Morgan/Stevens pelas drogas acabam refletindo no estado de espírito que cerca este CD. Embora a crítica usasse adjetivos como 'experimental', 'psicodélico' ou 'progressivo' para rotular o trabalho o fato é que os Gardeners conseguiram juntar essas e outras características sem perder a autenticidade e vendendo aproximadamente 5 milhões de cópias contrariando outro rótulo recebido de que THE HUMAN era 'anti-comercial'. Para demolir definitivamente essa tese canções como 'Strange Sentences', 'Three Princesses On the Heaven' e 'Singin' Stopless' conquistaram as paradas de sucesso sem nenhuma dificuldade. A bem-humorada 'Three Princesses On the Heaven' (uma balada folk composta por velhos companheiros de Gregor que também remetem a sua época de high school) liderou as paradas da Europa por 6 semanas e assim como o álbum recebeu indicações de prêmios por todo o continente. Além disso há novidades como a presença de Gregor Stevens nos vocais da transcendental 'Harpha Gregorius' e a participação mais regular de Mike Gradas como compositor com destaque para 'The Pirro's Victory', considerada uma das melhores faixas do álbum (o que teria provocado uma certa inveja de Cliff). Outras músicas que acompanham a linha mais "comercial" são a pesada/psicótica 'Neuronic' (talvez única referência em relação ao disco anterior MIGRAINE BOY) e a épica 'Singin' Stopless' com seus 11 minutos. Porém são os experimentalismos que dominam esta obra em que Cliff e Gregor confessam a influência de grupos como Pink Floyd e The Doors. Ao estilo dos ingleses vêm faixas como 'Sound of Me' e 'The Life is Coming to Take Me' em que Cliff exerce suas tendências suicidas enquanto que ao quarteto americano surgem faixas como a evangelizadora 'Mystic Light', 'Fallen Angel' ou a bluseira 'Infortuite Hope'. Outras curiosidades a respeito de THE HUMAN são a aparição de um dos irmãos de Gregor, Brad Stevens, no baixo em 4 faixas além de mais sete músicos convidados e um coral infantil ao final de 'Singin' Stopless' assim como uma pequena polêmica com a Igreja Católica sobre a capa "científica" do álbum.


Este site é melhor visualizado em vídeo de 800x600. Desenvolvido por Japona Produções & Eventos
Copyright: Yellow Cover Music © 2005. All rights reserved.